fundo parallax
subir_arvore
Pensando sobre segurança
27/07/2016
pizza_frigideira_pronta
Aprenda como fazer uma deliciosa Pizza de frigideira
09/08/2016
 

Resolvendo Problemas

O texto a seguir fornecerá uma estrutura que pode ajudar você quando ensinar seus alunos a como resolver problemas de maneira eficaz – individual e coletivamente.

Defina o Problema

Este é o mais crítico de todos os passos. A tarefa principal é definir o problema em termos de comportamentos que podem ser observados e entendidos por todos (o que está acontecendo que não deveria; o que não está acontecendo que deveria, etc.). Manifestações de sentimentos devem ser conduzidas de volta para os comportamentos que as geraram. A importância do problema e sua relevância para propósitos mais amplos devem estar claramente entendidos por todos os envolvidos. E, claro, deve passar pelo teste do "aqui e agora". Pode ser resolvido usando os recursos e capacidades à mão? (É possível afirmar que trabalho insuficiente neste primeiro passo é a causa principal para subsequente torção dos fatos e fracasso em resolver a maioria dos problemas).

Possíveis empecilhos para definição de problemas e que devem ser observados, incluem: palavras abstratas, generalização, duplo sentido, metas obscuras, transmissão de valores e avaliações no lugar de sentimentos relacionados ao comportamento, que serão desviados para outros problemas.

Junte os Fatos

As informações devem ser reunidas. Se os detalhes são gerados através de um brainstorm coletivo, ou reunidos por um indivíduo (e apresentado para o grupo como apropriado), dependerá das circunstâncias. A tarefa é obter todas as informações disponíveis que podem ter influência no problema a ser resolvido. Possíveis empecilhos para reunir fatos que devem ser observados incluem: sentimentos ou opiniões sem assistência, letargia, intimidação por um ou dois membros que interromperam a discussão, insistir em eventos passados, saltar para conclusões e tomar decisões prematuras.

 
fundo parallax

"Nunca houve uma noite, ou um problema que pudesse derrotar o nascer do sol ou a esperança"

Bern Williams

 

Identifique alternativas possíveis

Considerando um problema e coletando fatos suficientes, algumas “soluções alternativas" serão prontamente apresentadas. O que é importante nesta fase é levantar todas as ideias e sugestões (inclusive os tipos "ideal" ou "nenhuma ideia") que venham à cabeça, ao invés de agarrar-se a uma solução depressa. Quanto mais desenvolvidos os prós e contras de cada opção, melhor a decisão definitiva. Resuma, considere e discuta cada alternativa executável.

Possíveis empecilhos para identificar alternativas incluem: fixar ideias a indivíduos, ser desviado por argumentos e debates, analisar demasiadamente, etc.

Selecione a melhor alternativa

Considere cada alternativa e "teste" sua viabilidade: o que ela requer, como se relaciona com outras tarefas, os efeitos prováveis, etc. Analise, pese e equilibre cada alternativa pelos seus benefícios e obrigações. Uma alternativa surgirá como a "melhor" e um compromisso sólido precisará ser assumido pelo indivíduo ou pelo grupo para seguir esta alternativa.

Possíveis empecilhos para selecionar a melhor alternativa incluem: falta de experiência prática para predizer os resultados, votação aleatória ao invés de consenso, explorar vantagens e desvantagens de cada alternativa, confundir a ideia com o indivíduo, polarizar, intimidar para interromper a discussão e letargia.

Agir

Uma vez que a melhor alternativa tenha sido selecionada e assumida, um plano detalhado de ação precisa ser desenvolvido com responsabilidades específicas, avaliação adequada e follow-up quando necessário. Se necessário, o plano pode precisar ser revisado, mas não o compromisso com seu resultado. Possíveis empecilhos para selecionar a melhor alternativa incluem: o fracasso em fixar responsabilidades, falta de envolvimento e follow-up, aceitar desculpas pela falta de desempenho.

*Retirado do Manual do Instrutor da Outward Bound Brasil

 
 
Compartilhe
Facebookpinterestlinkedinmail